ACHE AQUI O SEU PROFISSIONAL DE SAÚDE!
Médico Dentista Fisioterapeuta Nutricionista Fonoaudióloga Psicólogo Enfermeira Terapias Alternativas Personal Trainer Veterinário

Cadastro gratuito para os profissionais de saúde. Clique aqui.

  • Jornal Saúde e Lazer
  • Jornal Saúde e Lazer
  • Jornal Saúde e Lazer
  • Jornal Saúde e Lazer
  • Jornal Saúde e Lazer
  • Jornal Saúde e Lazer

Edição Impressa
Assine nossa newsletter:
cadastrar
Participe da nossa enquete:
Você é a favor da retirada de árvores na Av. das Américas para passar o BRT. SIM ou NÃO?





votar
ver resultado


Assaduras em adultos: saiba como prevenir e tratar

06/02/2012 | Visualizações: 12434
Saude e lazer Saude e lazer Saude e lazer Saude e lazer Saude e lazer
Dê a sua nota:
Saude e lazer Saude e lazer Saude e lazer Saude e lazer Saude e lazer



As dermatites, popularmente conhecidas como assaduras, não acometem apenas bebês que usam fraldas, mas podem ser frequentes também em adultos, especialmente em quem está com sobrepeso ou possui dificuldades de locomoção (pacientes acamados ou deficientes físicos usuários de cadeiras de rodas).
A irritação é causada pelo contato da pele com substâncias como urina e suor, ocasionando a proliferação de fungos e bactérias. Os locais mais afetados são coxas, virilha e axilas, pela constate fricção da pele e, principalmente, pelo calor e umidade comuns nessas áreas. Os sintomas mais frequentes são sensação de queimação e coceira, aspecto avermelhado na região e, em alguns casos em que a pele está muito ferida, dor.
Manter a pele sempre limpa e seca é a melhor forma de prevenir as assaduras. Outro recurso muito eficaz é a hidratação do local com cremes a base de petrolato, óxido de zinco e lanolina. Porém, quando a dermatite já estiver instalada, deve-se manter a área afetada bem limpa, seca e ventilada.
Apesar de todos os cuidados, se o quadro não apresentar melhora, é necessário acompanhamento médico para avaliar quais são os antifúngicos mais indicados e se há necessidade de antibióticos para complementar o tratamento.

Fonte: Dr. Samantha Kellman, dermatologista do Hospital Alemão Oswaldo Cruz

Hospital Alemão Oswaldo Cruz – www.hospitalalemao.org.br


 
tags:






Comentários (2):

Em 29/05/2013 Valdir de Oliveira firmando escreveu:
Estou com uma assadura a mais de duas semanas e nao consigo acabar com ela já usei varias pomadas e nao resolveu e ocasionou umas tipo rachaduras na pele bem. Na dobra da pele entre a coxa e o saco . Alguém pode me dar umas dicas .

Em 14/03/2013 Luiz Antonio de Souza escreveu:
Estou atualmente com um tipo de assadura difícil de regredir.Já usei Nistatina, passei para dexclorfeniramina e agora estou usando Candicort(cetoconazol com dipropionato de Betametasona). Não sei o que teria provocado. Suponho que seja a humidade vaginal de minha esposa após a relação sempre vou lavar-me. Mas acho que algumas vezes tenho me descuidado, pegando no sono antes de ir lavar-me.Seria isso?


ANTES DE ESCREVER O SEU COMENTÁRIO, LEMBRE-SE:
Todo e qualquer comentário postado neste site é de exclusiva responsabilidade do autor. Comentários com conteúdos impróprios, obscenos ou que não tenham relação com o conteúdo serão excluídos. Dê a sua opinião com responsabilidade!
Comentários

Deixe o seu comentário:

Nome:


E-mail (não será publicado):


Mensagem:


enviar















Siga-nos nas Redes Sociais